Tuesday, 29 November 2016

já ninguém ganha neste jogo do galo



Agora entra aqui aqui dialética do "tenho um culpado neste conflito a que sou um mero espectador e não tem o mínimo de influência na minha vida e na vida dos que me são próximos e mais queridos":
- "Epá já viste cabrões daqueles judeus que rebentam com edifícios cheios de criancinhas lá dentro?".
- "E depois? Porque é esses selvagens do Hamas deixam lá as crianças, fazendo-as de alvos fáceis para virem reclamar o seu martírio?"
- "Ora essa, até parece que é o Hamas que as manda pelos ares aos bocadinhos! É Israel que manda as bombas!".
- "Ok ok tudo bem, mas sendo que as criancinhas são inocentes nisto tudo, porque é que o Hamas não as retira para um local onde possam ficar seguras?".
- "Porque elas têm o direito de estar ali, porque haviam de ir para outro sítio?".
E pronto, já ninguém ganha neste jogo do galo. Portanto fiquem a discutir qual dos dois inimigos que se detestam e se querem matar uns aos outros e ainda pedem que nós andemos a perder tempo com eles, e não me chateiem.